sexta-feira, janeiro 30

:: No Fleury

E então acordei cedinho para fazer uma bateria de exames de todos os tipos no Fleury. Minha sis foi junto, para cuidar. Enquanto saiam aqueles tubinhos intermináveis de sangue, e eu deitada, em pânico, ela tentava desviar a minha atenção com coisas assim:

- Se você não estiver pronta hoje às 21h, eu não vou te buscar.
- Tá (eu, desesperada com a pressão lá embaixo)
- E se você estiver pronta... Talvez eu também não vá te buscar.

Eu não aguentei e ri.

2 comentários:

.duas doses de desdém - Gui disse...

hahahahahah

Que delícia isso (a parte do riso, claro)

Marcella disse...

hahahahahahahahahahahhahahahahhahaha

adorei sua irmã!

quando vou conhece-la?